AVISO

INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO

Digedrat é destinado ao tratamento de alterações do funcionamento da coordenação de contração do aparelho digestivo.   Composição: 200mg de Maleato de

R$183.90 3x de R$ 35.87 sem juros
-
+
Programa de laboratório
Economize com o programa do
laboratório, informe seus dados e pague:
R$ 107.60un.
-
+
Este produto tem desconto
Exclusivo para clientes
cadastrados no programa:
O valor de desconto pode variar de acordo com os itens da cesta, quantidade do produto, CPF, cartão ou cupom informado.

Preço para o cep 90620-130

A disponibilidade e os preços dos produtos podem mudar de acordo com a sua localidade! (Alterar)

Não sei meu CEP

DESCRIÇÃO

Digedrat é destinado ao tratamento de alterações do funcionamento da coordenação de contração do aparelho digestivo.

 

Composição:

  • 200mg de Maleato de trimebutina (equivalente a 154mg de trimebutina base).

Ingredientes: água, dióxido de titânio, gelatina, glicerol, lecitina de soja, metilparabeno, óleo de soja hidrogenado, propilparabeno, simeticona e óleo de soja.

 

Como funciona:

Digedrat é um medicamento que atua no intestino, regularizando seus problemas motores, ou seja, diminuindo o movimento do intestino nos casos onde há aumento do mesmo, ou, aumentando, quando o movimento do intestino estiver diminuído. Desta maneira, espera-se um resultado de trânsito intestinal normal. Além disso, possui ação analgésica, aliviando a dor proveniente do intestino. Espera-se que o efeito analgésico e ação reguladora do intestino iniciem dentro da primeira hora de digestão após ingestão do medicamento.

 

Contraindicações:

  • Você não deve usar o medicamento se tiver algum tipo de alergia à trimebutina ou a qualquer um dos componentes da fórmula;
  • Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos.
  •  

    Como usar:

    Digedrat deve ser engolido, sem mastigar, com um pouco de líquido (água ou suco). Siga corretamente as orientações do seu médico, respeite a posologia, horários de ingestão e período de tratamento. 

    ADVERTÊNCIA DE USO:
    A PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.